Governo Federal entrega mais 7 ventiladores pulmonares para a Bahia

Foto: Divulgação/Agência Brasil

Com mais 7 ventiladores pulmonares, Estado da Bahia acumula 200 equipamentos comprados e enviados pelo Ministério da Saúde para reforçar a assistência hospitalar no enfrentamento da pandemia, segundo o Ministério da Saúde – MS. Esse tipo de equipamento é essencial para dar suporte aos pacientes com quadro de saúde mais grave infectados por COVID-19, que apresentem dificuldades respiratórias.

Segundo o MS, os equipamentos desembarcaram entre os dias 9 e 15 de junho, na capital Salvador, e serão distribuídos pela Secretaria Estadual de Saúde, responsável por definir quais serão as unidades de saúde e os municípios que receberão os ventiladores pulmonares, conforme planejamento local.

Esta é a terceira entrega de ventiladores pulmonares para o estado da Bahia. De forma complementar, o Governo da Bahia já havia adquirido outros aparelhos para fortalecer o sistema de saúde baiano, mas boa parte dos contratos já estão na mira do Ministério Público Federal e o Ministério Público da Bahia que apuram se há alguma irregularidade.

O Ministério da Saúde informa que já entregou 4.435 ventiladores pulmonares para todos os estados e o Distrito Federal. Desde o início da pandemia o Ministério da Saúde já tinha estimativa de abastecer o sistema público de saúde com 14.100 respiradores.

REFORÇO PARA A BAHIA

ASCOM/MS: O Ministério da Saúde já comprou e enviou ao estado 6,3 milhões de itens, entre equipamentos e insumos, para o combate à pandemia da COVID-19. Além dos 200 ventiladores pulmonares, a pasta entregou 617,7 mil testes para o diagnóstico da COVID-19, sendo 509 mil testes rápidos (sorológico) e 118 mil RT-PCR (biologia molecular). A Bahia recebeu também 5,4 milhões de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs): 33,4 mil litros de álcool; 192,9 mil aventais; 1,6 milhões de pares de luvas; 2,3 milhões de máscaras cirúrgicas; 205,5 mil máscaras N95; 39,9 mil óculos e protetores faciais; e 1 milhão de toucas e sapatilhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *