Prefeito de Euclides da Cunha critica postura da oposição por querer tira-lo do poder sob acusação de autopromoção

Nesta segunda-feira, 27, o prefeito de Euclides da Cunha, Luciano Pinheiro (PDT) se manifestou em sua página no Facebook, na Internet, criticando a oposição parlamentar que o denunciou ao Ministério Público Estadual pela prática de “autopromoção”.

Segundo a denúncia publicada no site Bahia Notícias, impetrada pelo vereador Valdemir Dias (PSD) no Ministério Público da Bahia, o prefeito poderia perder o mandato e ter seus direitos políticos suspensos, em razão de uma ação civil por ato de improbidade administrativa, caso ficasse comprovado as acusações alegadas.

Em sua manifestação, também veiculada no site Bahia Notícias, o prefeito rebate as denúncias, dizendo que “são infundadas a partir de fatos 2018, sendo outro deles retirado da campanha de 2016”. O prefeito rechaça a acusação de usar recursos da prefeitura para se autopromover.

Para o prefeito a denúncia é mais um “denuncismo” da oposição e que o que se propaga está desconectado da realidade.

No último dia 14 de abril o Tribunal de Contas dos Municípios havia julgado procedente a denúncia. Na ocasião, o relator do processo, conselheiro Fernando Vita, determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual para que se apure possível crime de improbidade administrativa. O prefeito foi multado em R$8 mil. A notícia informa que cabia recurso da decisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *