Luan Santana: Por que somos tão maus?

Imagem: Reprodução

Olá, pessoal

Como vocês estão?

Quero propor uma história sobre como a nossa angústia é capaz de nos libertar:

Certa vez, numa reunião no centro de comando do céu, O Criador da Vida estava junto com seus conselheiros da mais alta patente confabulando sobre como parar a humanidade de fazer tanto mal contra si mesma.

Ouviram-se ali vários conselhos: “Outro dilúvio não seria ruim”, “vamos fazê-los passar fome e sede”, “vamos colocar anjos para vigiá-los”. E assim foi! O problema dessas sugestões é que nenhuma delas realmente mudava o coração do homem, só os punia de forma severa, gerando ainda mais revolta e distanciando-os ainda mais do bem.

Sem uma ideia realmente concreta que desse a humanidade o desejo de melhorar, o Criador resolveu passar alguns dias entre a gente.

Com um corpo humano, Ele passou a interagir conosco, e foi ouvindo cada cidadão do planeta que Ele entendeu algo que mudou sua forma de nos ver: que por trás de toda maldade havia uma justificativa dolorosa que nos impedia de melhorarmos: “Eu nasci para sofrer”. “Eu não sei porque estou aqui”. “Minha vida não vale nada”. “Eu nunca serei amado”.

O Criador então descobriu que a humanidade estava em sofrimento e essa dor estava impedindo deles enxergarem as maravilhas da existência que Ele mesmo criou para nós. Não tínhamos como ser pessoas boas se a nossa vida exigia que nos comportássemos como meros sobreviventes egoístas num mar de traumas e arrependimentos nunca resolvidos.

A angústia estava corroendo a humanidade e a única maneira de converter um coração para o bem seria ajudando-o a superar as justificativas que o faziam ser mal. E então, diante dos seus conselheiros, o Criador tomou uma decisão que chocou a todos:

- Eu os ensinarei pessoalmente a superarem suas aflições.

- Como?

- Passando pelas mesmas dores que eles.

Ele nos amou de tal maneira que voltou uma segunda vez e numa montanha em frente a uma multidão, ele proferiu:

- Felizes os que choram, porque ao se permitirem sentir a própria dor, eles serão consolados.

O Criador estava nos ensinando que a única dor que nos piora é aquela que dela fugimos.

Pare de fugir.

Cure-se.

Até a próxima, pessoal!

 

Publicado em: http://www.euclidesdacunha.comnews/print/id/2839