Estuprador perde documento e é preso após cometer crime hediondo

Imagem (capa): Arquivo/euclidesdacunha.com
No último dia 29 de dezembro, quando a população fazia plano e ultimava os preparativos para os festejos de final de ano, em Canudos, um crime hediondo foi cometido contra uma senhora idosa que, por volta das 5h, foi surpreendida por um elemento que após arrombar a porta de fundo de sua residência e portando objeto perfuro-cortante manteve, sob ameaça, relação sexual coma vítima que, indefesa, nada pode fazer, além de ceder ao instinto animal do criminoso.
 
Para azar do sujeito, após o crime, deixou o local, porém, não percebeu que o seu documento de identidade (RG) havia sido perdido na casa, e esquecido o boné que usava.
 
De posse do documento e do boné, a vítima procurou a 2ª Cia de Polícia Militar/5º BPM, relatou o caso e uma guarnição foi acionada para localizar e prender o acusado, identificado como Bruno Emanoel Canário, que segundo a vítima, ao deixar a casa, após a relação carnal, lhe fez ameaça, caso procurasse a polícia. Buscas foram feitas pela cidade, até que o acusado foi localizado e preso.
 
Conduzido pela PM para o Complexo Policial Civil de Euclides da Cunha, Bruno foi apresentado ao Dr. Inaldo da Silva Santana, delegado de plantão na 25ª Coorpin, que adotou medidas cabíveis para o caso classificado como 'Estupro Consumado'. Caso seja enquadrado no artigo 213 do CP, o acusado poderá pegar de 6 a 10 anos de reclusão.
 
*Com informações da Polícia Militar.
 

Publicado em: http://www.euclidesdacunha.comnews/print/id/2770