Associação do bairro Pau Miúdo inaugurada com ação cidadã

Foto: Divulgação

Associação Comunitária do bairro Pau Miúdo cumpre com seu papel social de atender à comunidade com serviços capazes de promover o bem-estar dos moradores da localidade, especialmente quando se trata de uma ação cidadã, como a que foi realizada no dia 27 de outubro, numa promoção de sua direção em parceria com os associados e empresas privadas do comércio local.

 
Fundada há 23 anos, a Associação do bairro Pau Miúdo é uma das poucas que coexistem com finalidades voltadas ao seu público nos últimos anos, quando o ato de se reunir e discutir a organização comunitário acerca das necessidades em comum da comunidade, bem como educação, saúde, segurança pública, entre outros, perdeu força.
Ao contrário disso, a referida associação tem mostrado estar ganhando força, reunindo o maior número de pessoas possível em nome do coletivo, ampliando seu espaço social e até inaugurando sua sede própria, como ocorreu no mês de outubro, numa ação rápida da presidente Letícia Oliveira (foto acima, da esquerda para a direita), que em menos de dois anos de mandato conclui as obras da sede da associação, em uma demonstração de celeridade e responsabilidade social com o povo do seu bairro onde sempre morou, e mora. O evento alusivo à inauguração foi caracterizado por uma ação cidadã e sorteios que marcaram o novo passo da associação em possuir um local específico para dar continuidade aos seus trabalhos. Participaram do evento adultos, jovens e crianças.
 
Os destaques foram os médicos Dr. Michel Safon Vasquez, Dra. Ângela Costa de Queiroz e Josefa Veronica dos Santos Andrade (foto acima), palestrantes convidados pela atual presidente, a professora Letícia Oliveira, e sua diretoria. Na oportunidade, os profissionais da saúde debateram sobre temas importantes para a saúde da mulher, com maior ênfase na temática Outubro Rosa, período de campanha nacional de conscientização à sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico do câncer de mama e do útero.
De acordo com os especialistas, é preciso que cada pessoa tome a iniciativa, criando a cultura de cuidados rotineiros com a saúde, realizando consultas e exames, no sentido de trabalhar a prevenção. No caso específico para as mulheres, os profissionais deram dicas importantes de como deve ser feito o exame e motivou ao público presente em realizarem todos os esforços para obterem as melhores respostas médicas para cada caso, principalmente na tentativa de obter os diagnósticos o mais breve possível – quando ocorrer – para se obter o tratamento o mais cedo possível, pois, na área da saúde, quando mais cedo se inicia um trabalho, melhor é o resultado, além do menor dado ao organismo.
 
“Essa temática abordada no encontro foi importante para nós, mulheres, por promover o esclarecimento da campanha e das ações necessárias para termos a saúde em dia e sabendo tratar cada caso, já que o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres. E neste Novembro Azul, lembro que os homens também precisam seguir os mesmos cuidados com sua saúde, já que doença não escolhe o sexo, nem idade; é o caso do câncer de próstata, o mais comum entre os homens que precisam de uma série de cuidados, incluindo o vencimento ao preconceito”, enfatiza Letícia Oliveira, presidente da Associação Comunitária do Bairro Pau Miúdo.

A Associação agora funciora na Avenida Almerindo Rehem.

Publicado em: http://www.euclidesdacunha.comnews/print/id/2731