Sepultado o corpo de Admilson Santos, vaqueiro que ficou tetraplégico em pula-pula

Foto: FESF-SUS e Reprodução (Recorte/TV Bahia)

Foi sepultado nesta quinta-feira, 11, em Euclides da Cunha, o corpo de Admilson Santana Santos, vaqueiro que ficou tetraplégico após quebrar a coluna em uma cama elástica no dia 23 de abril de 2017. A morte foi confirmada na noite desta última quarta-feira, 10, 7 meses após receber alta do Hospital Clériston Andrade, localizado em Feira de Santana. Admilson teve morte cerebral.

 
O Episódio
 
Admilson ficou tetraplégico em um brinquedo pula-pula, durante comemoração do aniversário de um ano de sua filha. O momento do acidente foi filmado pela família. Ele fraturou a coluna ao tenta dar uma cambalhota, mas caiu com a cabeça para baixo, onde a paralisia foi imediata. O vaqueiro foi levado para Feira de Santana de forma imediata, onde ficou internado por 10 meses, período em que sofreu 22 paradas cardíacas, especialmente nos dois primeiros meses. Desde junho de 2017, Admilson apresentou melhoras, e no dia 26 de fevereiro deste ano recebeu alta e passaria a receber ‘atendimento multidisciplinar’ em sua moradia, segundo a Fundação Estatal Saúde da Família (FESF-SUS).
Admilson tinha 44 anos de idade, morava na comunidade de Jurema do Adonel, zona rural de Euclides da Cunha. Além da filha, ele deixa sua esposa, entre outros familiares.

Publicado em: http://www.euclidesdacunha.comnews/print/id/2656