Negão de Araci era um dos que estavam na lista para morrer

Imagens: Reprodução/WhatsApp e Polícia Civil

Há alguns meses, circulavam em redes sociais a lista de supostos nomes de pessoas a serem mortas em Euclides da Cunha, tendo como pressuposto um acerto de contas de facções criminosas. Segundo consta, Antônio José Muniz de Jesus, 27 anos, vulgo Negão de Araci, seria um dos que estavam na lista para morrer. Negão do Araci foi assassinado nesta sexta-feira (7), por volta das 17h, no conjunto habitacional São Bartolomeu, que faz parte do residencial do programa Minha Casa, Minha Vida.
 
Detalhes de populares indicam que o jovem foi assassinato a tiros de arma de fogo. Ainda não se sabe a motivação do crime, nem a autoria.
 
Uma equipe do DPT (Departamento de Polícia Técnica) de Euclides da Cunha foi designada ao local para fazer o levantamento cadavérico e perícia.
 
Negão do Araci já tem passagem pela polícia.
 
Não é possível atestar a veracidade da lista de pessoas com “contas a serem acertadas”, mas, em poucos meses, esta morte já é a segunda entre as listadas.

Publicado em: http://www.euclidesdacunha.comnews/print/id/2529